terça-feira, 31 de agosto de 2010

VIRA, VIRA, VIROU...

         
                                               E o armário velho VIROU um novinho,





O balde VIROU nicho




O caixote de frutas VIROU prateleiras



A taça VIROU castiçal




O lustre antigo VIROU suporte de vasos




Os baldinhos porta talheres e guardanapos



E a garrafa abajur


E por aí vai, tudo se transformando...